MENTORIA

Vida
feita à mão

Jornada de autoconhecimento para mulheres e mães.

Comece a contar sua história a partir de um lugar de inteireza.

Durante quase uma década de investigação e estudos sobre a temática maternidade, educação de filhos e os vários desdobramentos e transformações que ocorrem na vida de uma mulher (especialmente ao tornar-se mãe),  após uma observação cuidadosa da minha própria jornada materna e após ouvir os relatos de outras centenas de mulheres e mães percebi que o grande calo da maternidade não é a falta de informação. É o medo. O grande medo que temos de tomar a vida em nossas próprias mãos. Pensando nisso (e observando esse movimento em minha própria vida, desenvolvi (a priori, para mim mesma:) um antídoto a esse fenômeno de anestesia da alma e de “morte em vida”. Esse antídoto é o que hoje chamo de “VIDA FEITA À MÃO”. Sendo assim, te convido para, com a leveza e a serenidade de quem senta pra tomar um chá bem quente, vir comigo pensar e falar sobre mulheres, mães, crianças, educação, filosofia, saídas de emergência e botes salva vidas. Sobre o cheiro que tem os abismos da alma. Sobre as histórias da vida que a gente tece com as próprias mãos; Sobre o Amor e os amores, sobre medos e sobre a morte. (e sobre o medo da morte, também). Te convido para falar, sobretudo, dos renascimentos em plena vida. Sobre como ir dormir com um sol aceso no peito. Como ler em braile passando a pontinha dos dedos nas entrelinhas da existência. Como cutucar nossas feridas de um jeito responsável. Recolher cacos e fazer mosaicos de céu estrelado. Te convido para descobrir jeitos de congelar o tempo e jeitos de carregar um coração na mão ~sem deixar cair~. De como sorrir um sorriso “apesar-de”. De como manter acesa as memórias que te salvam de dragões. Vem comigo conscientemente se jogar no desconforto e na delícia que é tomar a vida nas próprias mãos? Não é fácil mas é mágico. Prometo.

A terceira edição da Mentoria Vida Feita à mão ganha formato anual, com muito mais conteúdo, histórias, saberes e partilha entre mulheres em linda comunidade ativa e online. Nova experiência, mesma profundidade e leveza.

As inscrições acontecem de
08 à 31 de janeiro de 2021
As vagas são limitadas.
INSCREVER-SE AGORA

Essa jornada contém a bússola que você está buscando. Vamos juntas?

Essa mentoria foi pensada para todas as mulheres que buscam trilhar o caminho do desenvolvimento humano em toda a sua integralidade: o caminho para abrir o próprio coração. A mentoria Vida Feita à Mão foi pensada especialmente para mulheres que precisam de ajuda para consolidar projetos, resgatar a autoconfiança, renovar a vida criativa, fortalecer a autenticidade e encontrar o equilíbrio e a leveza tão próprias ao Caminho do Meio.

Durante a mentoria, quero que você consiga perceber na sua vida os elementos que podem fazer toda a diferença para o desenvolvimento da sua personalidade e da sua biografia.
Na medida em que você se torna capaz de perceber a pessoa humana em sua integralidade, você se torna capaz de oferecer compreensão, direcionamento e compaixão às pessoas que te rodeiam de forma profunda e significativa.


Entenda como vai funcionar

À cada lunação (em 2021, são 12 lunações, de janeiro à dezembro) trabalhamos um tema específico, são 12 temáticas diferentes e que se entrelaçam lindamente ao final do ano.

CONFIRA AS DATAS
O que está incluso?
Aulão
de Lua Nova

A cada lua nova você recebe o acesso para um aulão ao vivo. Nos aulões, te apresento um material inteiramente novo e intuitivo para refletirmos pela próxima lunação (ou seja, pelos próximos 28 dias).

Mesmo que você não possa participar ao vivo, não há problema algum. Esteja tranquila :)
O aulão será gravado e disponibilizado em nossa plataforma, onde você terá acesso à gravação integral e aos caderninhos que serão entregues no mesmo dia do aulão.

Encontros
de Lua Cheia

Caminhos cruzados, histórias compartilhadas e saberes ancestrais. Nossa rede, nosso clã, nossa teia.

Os encontros de lua cheia são encontros ao vivo comigo e com todas as outras mulheres da mentoria.
Em cada lua cheia do ano nos encontraremos ao vivo para bater um papinho, tomar um café, vinho (ou bons drinks), tirar dúvidas, contar histórias e renovar as energias com cabelo ao vento e gente jovem reunida (e gente nem tão jovem assim, também).

Caderninhos de
escrita terapêutica

Os caderninhos da Mentoria são sempre um show à parte. Esses lindos materiais são divididos em: "Cadernos de conteúdo" e "Caderninhos com atividades de escrita terapêutica".

Em cada lunação você receberá 2 caderninhos. Ao final do ano você terá 24 novos e fofos caderninhos. :)

O objetivo é que você rabisque, desenhe, escreva e reescreva nesses cadernos, criando, planejando e projetando sua vida (com suas próprias mãos).

Participação no Clã das Cicatrizes
Uma vivência baseada em afetos reais

O clã das cicatrizes é um lugar secreto no Telegram onde apenas mulheres sensíveis, alegres, louquinhas, choronas ou estressadas podem entrar.

O clã das cicatrizes será composto por todas as mulheres participantes da mentoria. É um verdadeiro presente poder colocar tantas mulheres magníficas juntas. O clã das cicatrizes começa oficialmente dia 13 de janeiro. Esse grupo será um lugar seguro para dividir sonhos, lágrimas, medos, frustrações, dúvidas e esperanças com outras mulheres na mesma sintonia e fazer verdadeiras amizades virtuais e, quem sabe, presenciais também.

QUEM SOU EU

Lucy Peres

Sou mãe do Benício e do Felipe, casada com o Thiago, psicóloga e mentora de mulheres e mães.
Pesquiso e escrevo sobre Maternidade, Educação e Psicologia há 9 anos.

Nasci em 1988 e renasci pela primeira vez em 2013. Depois, em 2018. Até que aprendi a renascer todos os dias. Mas para renascer é preciso prática.

Ainda tem dias que esqueço. Sou uma colecionadora de abismos e de histórias. De sorrisos e lágrimas que moram “nas profundezas”.

Em 2013, após o primeiro renascimento em vida, aquele vento desalinhador de cabelos e certezas me pegou em cheio. Com um bebezinho nos braços, não sabia quem eu era. Não sabia o que fazer e nem A forma “exatamente certa” de educá-lo.

Encontrei-me com uma realidade que a vida antes da maternidade não havia me apresentado: A educação do meu filho dependia do significado da minha vida. A pior-melhor epifania-abismo para se ter no puerpério! Se me desesperei? Certamente. Mas dizem que a terra mais escura é a mais fértil. E dessa constatação surgiu o movimento. Uma intensa busca se delineava a partir dali. Poderia resumir os últimos anos da minha vida como uma intensa aprendizagem da arte do cai-levanta e, especialmente da arte de Levantar mesmo sabendo que provavelmente cairá de novo. Ela segue implacável, afinal. A lei da impermanência.

Tecendo fios, faço meu caminhar. Remendo, costuro, recomeço. Nesses anos, me graduei em muitas coisas: aprendi a fórmula exata de estrear um dia no susto. Sem mapa e sem receita. De ninar um dragão raivoso. De enterrar meus mortos-vivos. Aprendi que o surto pela bagunça pode ser curado por uma voz alucinante que você alimenta na sua cabeça e na hora certa ela te lembra que até o caos também pode ser pego pela mão. Aprendi sobre a não contaminação instantânea pelo mau humor alheio. Aprendi a drenar um rio poluído pelas águas claras da criatividade. A tecer meus próprios e pobres sapatos a partir de trapos encontrados numa floresta escura.

Aprendi que ter todas as respostas não é coisa que cabe nesse mundo. Aprendi que o “eu não sei”, o “ainda não” e o “eu não quero isso” são palavras mágicas para as mulheres. Aprendi que são as lágrimas que lapidam a visão. E é da lama que a flor de lótus nasce. Descobri que viver é prestar atenção e que prestar atenção é presente. Um presente que a gente esquece todos os dias. Assim sigo, mirando no alto e colecionando incontáveis quedas. O objetivo é sempre o mesmo: costurar a vida sem perder a ternura e nem trair a essência. Nessa busca-jornada, há alguns anos, fiz um instagram (@psi.lucyperes), para encontrar amigas de jornada e recolher histórias para a coleção. E participar da terceira edição da Mentoria Vida Feita à mão. Você vem?

Tomara!

CONTEÚDO DO CURSO
Temáticas
do ano

Primeira Lunação
Recuperando o ritmo natural: Organização, planejamento e o tempo cíclico
Segunda Lunação
A psicologia da Roda da vida:  Encontrando a calma no caos
Terceira Lunação
O alinhamento entre Vênus e Sol: Psicologia dos relacionamentos amorosos e a Pesca da Mulher Esqueleto
Quarta Lunação
O Princípio da Felicidade e o nobre caminho de oito passos
Quinta Lunação
Mitologia Viva: aprendendo com os deuses a arte de viver e amar
Sexta Lunação
A Autorresponsabilidade e a Conquista das Virtudes
Sétima lunação
O sustento da vida criativa: a renovação do fogo criativo
Oitava Lunação
Anatomia de um projeto: todo ato de criação é um ato mágico
Nona Lunação
A donzela sem mãos: a iniciação na floresta subterrânea
Décima Lunação
Louca sabedoria: o conforto com a insegurança
Décima Primeira Lunação
Os limites entre a Raiva e o Perdão: a escalada da montanha
Décima Segunda Lunação
Rituais de Fechamento e Abertura do ano.